• Quem somos
  • >
  • SIHH 2017 - Clifton Club Shelby Cobra

    Edição Limitada Clifton Club Shelby® Cobra

    “O ESPÍRITO DE UM SÍMBOLO"

    CITAÇÃO DE PETER BROCK

    “Em primeiro lugar a funcionalidade, em segundo a estética. Dê forma à criação. Depois lhe dê beleza. Leveza e rapidez”.

    1. Peter Brock

    E

    “Éramos um grupo de pilotos ardentes determinados a fazer tudo para ganhar. Nunca cessamos de inovar nem de desafiar o status quo. Nossa determinação em experimentar novas ideias, em continuar melhorando nos valeu a vitória do campeonato mundial”.

    2. Carroll Shelby

    “Function first, aesthetics second. Make the shape work. Then make it look beautiful. Light and fast.”

    Peter Brock

    “We were a bunch of hot rodders determined to do whatever it took to win. We never stopped innovating and challenging the status quo. Our willingness to try new ideas, to keep improving won us the world championship.”

    Carroll Shelby

    Capeland Cobra Limited Edition Baume et Mercier Capeland Shelby Cobra Carroll Shelby 1

    A ascensão de um campeão

    Um desenho excepcional com o poder de nos impulsionar à primeira vista. Porém, sua magia nos intriga mais do que a simples captura do olhar. A verdadeira dimensão de um símbolo estilístico é sua capacidade de contributo para a performance e precisão. É uma fórmula conhecida como "a forma segue a função": estilo e engenharia em perfeita harmonia para proporcionar uma experiência incomparável a seu usuário. Baume & Mercier adotou esta filosofia da perfeição durante 187 anos. Cada medidor do tempo que criamos é um estudo personalizado de como o design pode aprofundar a mestria artesanal e a qualidade. Um trabalho de mestre digno de estima e uma declaração de orgulho para quem encarna o mesmo espírito incansável de exploração, de paixão e confiança.

    Como próxima evolução de nossa parceria com a empresa Carroll Shelby, iniciada em 2015, estamos encantados de expandir nossa coleção exclusiva, Shelby® Cobra, com enfoque em sua realização de design mais duradoura. Nossa inspiração é o lendário Shelby Cobra Daytona Coupe*, o carro mais emblemático do automobilismo americano. Em homenagem a seu legado, Peter Brock se juntou à Baume & Mercier e ao Diretor de Design, Alexandre Peraldi, para criar uma coleção que instaura um novo padrão de estilo e de presença. O resultado, os modelos Clifton Club Shelby® Cobra em edições limitadas, é um conjunto de cronógrafos lançados pela primeira vez no seio da coleção Clifton. Cada linha ondulada e detalhe presente no emblemático cupê Shelby Cobra Daytona foi interpretada de maneira impressionante.

    Clifton Club Shelby Cobra
    Peter Brock

    Correndo até à vitória

    Buscando incessantemente uma vantagem, Carroll Shelby pediu a Peter Brock, hoje reconhecido como um dos maiores designers de automóveis de nossa época, para esboçar um novo corpo, aperfeiçoado, que pudesse se adaptar ao chassi do antigo Cobra. Em seguida, ele afetou seu engenheiro de desenvolvimento mais importante, Ken Miles, ao projeto. Apesar de muita gente se mostrar céptica que ele pudesse ser bem-sucedido, Carroll continuou financiando e apoiando o desenvolvimento do cupê Shelby Cobra Daytona por sua equipe.

    Trabalhando discretamente na oficina de corrida, apinhada, de Carroll Shelby, em Venice, na Califórnia, Brock, Miles e outros membros da equipe introduziram esta visão de um carro GT aerodinâmico que resistisse a obstáculos incríveis. Em apenas 90 dias, o cupê Daytona passou de esboço a carro acabado, se comportando como um campeão desde sua primeira corrida, em 1964.

    Pouco antes da primeira corrida da estação de 1964, a equipe Shelby levou sua criação para Riverside onde efetuou um ensaio de pilotagem. Logo após 20 voltas, o diretor de corridas e piloto campeão da Shelby, Ken Miles, foi direto a Carroll Shelby e lhe transmitiu sua opinião: o Daytona Coupe era não só veloz como um raio, mas também perfeitamente estável. Estava pronto para competir e não necessitava de nenhuma uma alteração.

    Clifton Club Shelby Cobra
    Clifton Club Shelby Cobra

     

     

    A tenacidade de Shelby fora recompensada. Durante uma temporada inicial espetacular, o americano Shelby posicionou repetidamente o Daytona Coupe no círculo dos vencedores. Dan Gurney e Bob Bondurant pilotaram um cupê Shelby Cobra Daytona (CSX2299) representando sua classe no circuito de Le Mans, e obtendo nesse mesmo ano, pela primeira vez nessa corrida de 24 horas, a vitória de um carro americano. Eles também incendiaram o mundo com um desempenho fulminante de 196 mph (315 km/h) na famosa reta de Mulsanne (mais 36 mph do que o aclamado Cobra de pequena estatura).

    Apesar do cupê Shelby Cobra Daytona ter mantido uma velocidade espantosa ao longo da estação, a equipe se sentiu lesada pela Ferrari ter utilizado suas ligações políticas com a FIA para encurtar a estação de 64. O Daytona Coupe regressou à competição em 1965 em estilo dominante. De Sebring e de Nürburgring às 24 Horas de Le Mans, Shelby implantou seis cupês Daytona que ofereçam à América sua 1ª participação na classe GT do Campeonato Mundial de Resistência Desportiva, culminando gloriosamente em Reims no Dia da Independência dos EUA, a 4 de julho de 1965.

     

     

    No final da estação, o CSX2287 fixa o recorde mundial de velocidade mundial ‘25 USAC/FIA’ nas planícies salgadas e poeirentos de Bonneville. Este sucesso foi obtido graças ao desenho aerodinâmico do Shelby, o qual produziu um desempenho incomparável.

    Embora o Daytona Coupe nunca tivesse voltado a competir, se tornou um símbolo de desenho futurista, e os seis modelos originais valem atualmente vários milhões de dólares cada um. Mas seu DNA permanece em cada carro de passageiros construído desde então. Desde que Peter e Carroll Shelby abriram caminho ao potencial da aerodinâmica moderna, qualquer designer deseja captar os mesmos benefícios. O corpo encurvado do cupê Daytona, seu tejadilho plano e cauda cortada são os padrões comuns da modernidade.

    Cinquenta anos depois, Peter regressa a seus desenhos originais para colaborar pessoalmente com a Baume & Mercier na criação das edições limitadas do Clifton Club Shelby® Cobra. Segundo diz Peter, “O grafismo do Daytona é crucial, o mesmo acontecendo com o cronógrafo. Não é preciso vê-lo de perto para admirar sua beleza. Basta uma olhada na sala e você percebe logo que se trata do cupê Daytona. Cada detalhe reflete o original na forma e no propósito”.

    Ao tomar posse de seu legado, Peter oferece uma comparação final do carro com o cronógrafo. “Você pode optar por ser conservador ou aspirar a ser original. É essa a atitude que nós propiciamos à edição limitada Clifton Club Shelby® Cobra. Verdadeiramente um cronógrafo diferente de qualquer outro”.

    Clifton Club Shelby Cobra
    Clifton Club Shelby Cobra

    Quando o Design se torna um ícone…

    Em celebração de uma etapa fundamental do cupê Shelby Cobra Daytona, a Baume & Mercier tem a honra de apresentar um cronógrafo destinado a colecionadores. Em homenagem ao recorde de velocidade alcançado em 1964 pelo Daytona em Le Mans, somente 196 peças serão fabricadas, cada uma numerada para comprovar seu lugar exclusivo nesta coleção limitada.

    Impulsionado por um mecanismo de corda automática, feito na suíça (La Joux-Perret 8147-2), com um cronógrafo de função flyback, o relógio permite a seu usuário trocar de modo de leitura mediante uma  simples pressão num único botão. Sua caixa de 44 mm de diâmetro é em titânio e aço inoxidável com acabamentos polidos e acetinados, materiais altamente resistentes e leves. E ponto central de sua identidade, o mostrador inspirado pelo próprio Peter Brock, reflete a identificação colorida metade azul metade prata do Shelby, escolhida por Shelby para a cauda do Daytona, marca de sua verdadeira originalidade. Algarismos árabes enquadram o mostrador bicolor, enquanto os contadores cronométricos, ondulando na horizontal, estão compensados pelas escalas taquimétricas destacando o recorde de velocidade de “196mph”.

    Junto aos ponteiros iluminados por Superluminova* C1 de emissão azul, se encontra um ponteiro dos segundos vermelho flamejante representando o icónico logotipo Cobra criado por Peter Brock para identificar a marca Shelby. Passando os dedos ao longo das arestas deste relógio se detectam detalhes precisos. O primeiro é uma réplica exata dos pedais, colocados de ambos os lados da coroa para regular as funções do cronógrafo. Outro, a insígnia Cobra gravada no aro da caixa em tributo ao motor poderoso do Cobra 289.

    Complementando o design vigoroso, uma correia em couro de bezerro azul “negro automobilístico”, forrada com um couro de bezerro emborrachado na cor negra e com costuras vermelhas. Enquanto nas costas, as rodas emblemáticas do Daytona Coupe, representadas com toda a glória, estão enquadradas pelo título gravado da coleção e prova de sua edição limitada.

    O Clifton Club Shelby® Cobra CSX2299 chega às mãos do seu proprietário em uma caixa elegante, preta e prateada, incluindo um modelo exclusivo à escala de 1:43, do famoso cupê Shelby Cobra Daytona, tão cobiçado pelos colecionadores. Um panfleto destinado ao cliente e apresentando a história do cupê Daytona também incluída no estojo como prova de nossa gratidão.

    *Super-Luminova é uma marca registrada não pertencente à Baume & Mercier

    Clifton Club Shelby Cobra

    OTHER SECTIONS



    Relógios para homem 

    Relógios para senhora 

    LOCALIZADOR DE RELÓGIOS